14 maio, 2010

Ti Adriano Passeira

Em quantas partes se divide um mangual ?



Sabendo nós que os anos não perdoam, e que o seu peso, quase sempre, é proporcional à quantidade dos invernos passados, admirávamos no Ti Adriano a maneira fácil de caminhar, apesar dos seus 82 anos.
Homem sempre pronto a participar na aldeia em qualquer actividade, deliciava-nos com a sua simplicidade. Entusiastas, acostumámo-nos a conviver com a sua presença amiga.
Na lembrança ainda a corrida chocalheira num magusto em dia de S. Martinho!...
Hoje, e sabendo-o a recuperar, imobilizado, de uma queda sofrida no último sábado de Abril, queremos lembrar-lhe que esperamos para breve a sua recuperação, e que no próximo passeio pedestre das Mós lhe desculparemos se o avanço dado a todos nós não for da mesma qualidade dos anteriores.
O macho, testemunha e companheiro do acontecido nesse sábado trágico, vai poder agora descansar uns dias sem ir à propriedade. Enquanto nós, perante mais uma lição de vida, ficaremos à espera do "professor" para nos dizer: - Em quantas partes se divide um mangual?

(Mós - V. N. de Foz Côa) 2010

31 comentários:

Laurinha disse...

Há um ditado que diz:
"Vai brilhar, quando brilhar."
Mais não te digo.
Prefiro o silêncio, porque no silenciar, guardo as palavras iluminadas da tua postagem.
O brilho é de uma singeleza encantadora e comovente.

Meu carinho,

adriana disse...

gostei das fotografias do blog!

lupussignatus disse...

constróis

os alicerces

da memória



[com rostos
que sulcam
estórias]


*abraço,
amigo*

Laurinha disse...

Um poeta subiu ao céu. Foi iluminá-lo. Foi fazer amor com as estrelas e descansar, serenamente, os seus dias. Consigno minha reverência ao poeta, escritor, pensador José Saramago. O mundo está mais pobre, tolo e cego a partir de hoje...
Beijos

Amo isto tudo, inclusive o silêncio!

Dulce B. disse...

muitos parabens pelo excelente blog de belas fotos e ricos textos, serei uma visitante assidua :)

Natural.Origin disse...

Muito bom aqui...

MOISÉS POETA disse...

belas imagens e belos textos ... sempre é bom passar por aqui !

SKIZO disse...

In your honour and in the honour of wall the Photographers, I published an ilustration.

Sissym disse...

As fotografias já são pensamentos, reproduções da vida, do tempo, como poesias. Adorei.... ler é um complemento delicioso ao que se vê.
Estou levando vc, seu link, com carinho, para meu blogzoom.
Beijos

CONCEIÇÃO DUARTE disse...

Maravilhosa, essa foto! um beijo, CONs

Luís Coelho disse...

As imagens falam por si e são extraordinárias.
O tempo e os Invernos, marcaram esses rostos, onde as rugas são bibliotecas que deixam transparecer rios de sabedoria.

O mangual divide-se em três peças
O cabo mais comprido, o eixo e o pirto = com cerca de 65 centímetros.
É a massa que bate nos cereais para os debulhar.
Tenho aqui em casa dois. Um feito pelo meu pai e outro que trouxe de casa dos meus sogros de Seixo, Sernancelhe do distrito de Viseu.

Ayladicentretanto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Hiver disse...

Bonita homenagem. Demonstração de grande sensibilidade e senso de humanidade.

Tere disse...

olá,navegando por aqui,encontrei o seu blog.amei principalmente essas fotos.são lindas.o tempo não perdoa mesmo,bjus tere.

Valdecy Alves disse...

Leia matéria em meu blog de como utilizar a arte para criar uma consciência de preservação do patrimônio histórico material e imaterial. Caso Município de Senador Pompeu, Ceará. Leia, comente e divulgue:http://www.valdecyalves.blogspot.com/

Rodrigo Passos disse...

lindo texto! pode parecer repetitivo essa frase,é que tem certas coisas que n sei dizer!!!

SKIZO disse...

Fabuloso

Zélia Guardiano disse...

Tudo muito lindo, aqui!
Virei sempre!
Grande abraço!

Malu disse...

Muito lindo e póético seu blog.




Bjo.

José María Souza Costa disse...

Que bonito que é o seu blog. Estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles estarei grato lhe aguardando aqui
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

José María Souza Costa disse...

Meu Deus, eu amei este blog. Belissimo. Avassalador.Tô encantado.Muito sábio.Bem, estou lhe convidando a visitar o meu blog,muito simplório por sinal.E se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando vc, lá.
abtass
www.josemariacostaescreveu.blogspot.com

FÊNIX CRUZ disse...

Percepção e sensibilidade de mãos dadas:
um primor em imagens e palavras! Parabéns.

Eliane Accioly disse...

Seu blog é brindado com o Prêmio Dardos. Por favor, passa pelo meu e veja os passos, em comentários, abaixo a publicação Prêmio Dardos.
Parabéns pela intemporalidade das fotos. E ao mesmo tempo, fotos do tempo.
Estou te seguindo,

um abraço,

Eliane

Maria Letra disse...

Um texto curto, mas com muito conteúdo para reflectirmos. Certamente que o Ti Adriano Passeira continuará a caminhar ..., mesmo enquanto está na cama, a recuperar do acidente. É esta mensagem que me ficou do seu texto.
Parabéns.

Janaina Cruz disse...

O homem carrega nos ombros toda uma vida que viveu, espero que ele recupere logo a saúde , tomara que o tombo não tenha sido muito feio...
Sigo teu blog, gostei muito daqui.

Maria, Simplesmente disse...

Belo Blogue para nele passear (lendo)vendo desfilar um a um momentos vividos e reais!
Parante nossos olhos a vida desfila em toda a sua simplicidade e beleza real...!
Obrigada...
Maria

Maria, Simplesmente disse...

Gostei da descrição, ou lição de Luis Coelho acerca do "mangual"!
Mais uma lição que aprendi...!
Obrigada
Maria

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Cêpedramigo

Boa pergunta - em quantas partes se divide um mangual?
Espero que o Ti Adriano, passados estes meses, esteja que nem um fuso, o que aos 82 anos é obra. Dá notícias, que fico curioso de saber como está ele.

Amigo

Chego aqui por intermédio do nosso Amigo AC do INTERIORIDADES e estou muito satisfeito por te ter encontrado. O teu blogue é muito interessante, e bem escrito. O que, para mim, que sempre ganhei a vida a produzir prosa tão honesta quanto possível, (sou jornalista e dizem que também escritor, dizem…, e aos 69 anos não me sinto velho) é motivo acrescido de satisfação.
Mas sou também alegre, bem disposto, brincalhão, até gozão e piadista; adoro o fado, adoro viver assim, adoro a minha família.

Espero que me retribuas a visita e deixes comentários na Minha Travessa. E, já agora, que te tornes meu (per)seguidor. Não é pedir muito… Obrigado

Qjs = queijinhos = beijinhos

Abs

NB – Peço-te desculpa por este comentário ser tão longo; mas tenho de referir que é um texto base, ainda que com algumas apreciações individuais e específicas. Infelizmente não sou dono do tempo, e a sê-lo seria uma chatice… Para que não haja dúvidas. Mas, é sincero.

Sérgio Pontes disse...

Passei para desejar Boas Festas

Abraço

Toyin O. disse...

Thanks for sharing, nice post.

Toyin O. disse...

Nice picture and blog;thanks for sharing.