24 outubro, 2009

Maria Cândida



Também para ela, o silêncio, vestido de negro, é a companhia dos dias depois da morte do marido. Tem nos vizinhos a família escolhida, e é nessa boa vontade que descobre forças para viver.
Com oitenta anos, Maria Cândida, ainda bebe o seu copinho. São pequenos prazeres onde o cansaço das horas encontra refúgio e se transfigura numa forma muito mais doce. Num corpo de menina, num olhar inquieto, o tempo parece ter encontrado repouso.
Contam-nos que - ainda hoje - se motivos houvesse para bailar, não regatearia ao corpo a oportunidade esforçada de dar um gostinho ao pé.
Uma coisa a preocupa: “Que o filho que está na Suíça (e que vem à terra por alturas do Verão) arranje companhia, se arrume. Aí, já podia morrer descansada”.

(Paipenela - Mêda) 03Outubro2009

31 comentários:

Juan Antonio Torron Castro disse...

Magníficas fotos y que reciban todo nuestro respeto y cariño, saludos.-

direitinho disse...

bonitas fotografias e uma linda história.
Tantas vezes ouvi este desabafo.
« gostaria de morrer com os meus filhos amparados»

made in ♥ love disse...

que ternura...

Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

Sonia Schmorantz disse...

As imagens são um encanto, a história muito bem descrita, doce...
beijos, ótimo final de semana

Gabriel disse...

Fotografias muito bonitas e uma história marcante. Traz diversas lembranças e recordações. Bom final de semana e até a próxima.

ju disse...

Debrucei-me sobre a sua varanda e me permiti apreciar a vida como ela é. Em imagens e palavras. Fotos tocantes, belíssimas!

Bjs e inté

José Luis Fernández Liz disse...

Texto preciso, sentido y poético. Imagen descriptiva y acertada. Enhorabuena.

Pedro Luso de Carvalho disse...

Este seu blog é um lugar para se voltar sempre. Aqui encontrei fotografias que são pura arte, de
extraordinária beleza. Gostei muito de um poema que li numa postagem anterior a esta.

Voltarei, amigo. Parabéns.

Um abraço,
Pedro.

Silvana Nunes .'. disse...

Salve !
Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog cheguei até você e gostei do que vi. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da telinha está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar um pouco mais de cuidado, mas em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR !
Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um mundo melhor. Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois vez por outra o comentário entra com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero queentenda quando não puder visitá-lo.
Daqui onde estou, os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
Por hoje fico por aqui, já escrevi demais. Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !
Silvana Nunes.'.

ONG ALERTA disse...

É um exemplo a ser seguido, pessoas assim deveriam ser ouvidas por nós, são sabedorias e nos mostrar como viver melhor.

Ana disse...

¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) ¸.•´¸.•*´¨)
(¸.•´ (¸.•` * ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
........|___|...VENGO A DESEARTE
........|000|...FELIZ NAVIDAD
........|000|...LLENA DE LUZ Y AMOR
........|000|...Y PROSPERIDAD
........|000|... FELIZ AÑO NUEVO 2010
.........\00/.... Q ESTE AÑO SEA CARGADO
..........\0/..... DE BUENAS VIBRACIONES Y BUENOS DESEOS
...........||...... PARA TODOS, SON LOS SINCEROS DESEOS
...........||...... DE ANA
...........||......
.........._||_....FELI... FIESTAS!!!
♥¸.•*¨)¸.•*¨)
(¸.•´♥♥.¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)★¡¡¡Feliz Navidad!!!

Dylan disse...

Um blogue cheio de portugalidade. Parabéns.

SONHADORA disse...

MARAVILHOSO

MEUS OLHOS NÃO CONSEGUIRAM DEIXAR DE SE MANIFESTAR...
MINHA MÃE TEM 89 ANOS E DIZ O MESMO
LINDA IDADE...O SEU ROSTO TEM AS MARCAS DA SABEDORIA DA VIDA...


BEIJO

Silenciosamente ouvindo... disse...

Óptimo blogue e os temas inseridos,
Boas Festas.
Bj.

rouxinol de Bernardim disse...

Recordar e viver!

Linda foto a condizer com o belo título

Andreia Ribeiro disse...

O blog está muito bom.

É uma iniciativa notável dar voz a pessoas com uma certa idade.
A verdade é que os mais idosos têm muito que contar e muito pouca gente está disposta a ouvi-los.

Os meus parabéns!

El Pinto disse...

Las arrugas del pasado siempre bellas
Salud

Graça Pereira disse...

As fotos dizem tudo...e debruçam-se no Tempo ...para contar a sua história... que, talvez um dia, seja a nossa!
Que pena o Tempo ter parado...em Outubro! Mas é para continuar, não? Faço votos que sim..
Graça

Andreia disse...

É bonito ver pessoas assim! *

Primeira Pessoa disse...

Que blog lindo.
Captou-me o olhar.
Voltarei mais vezes.

Pedro Antônio disse...

Belíssimo blog!

Lindas imagens!

Parabéns!

Um abração!

Pedro Antônio

Laurinha disse...

Não sei a finalidade do blog...
Mas o nome soou bem e acessei...
E me encantei com tudo isso...
Emocionei-me
Viajei no tempo e espaço, literalmente.
Lembrei-me das raízes tão profundas, tal sobreiro, ardendo em solo seco, e as lágrimas brotam para aliviar as saudades.
Gostaria de ver nossas postagens e não deixá-lo esquecido.
Parabéns ao autor (ou autora).

Bjs

Raiça Bomfim disse...

Que riqueza isso aqui!!

Laurinha disse...

Meu primeiro comentário,
foi um desatino!
Foi-me o "varanda" tão impactante,
que me perdi no caminho,
nostalgia e sonho!

Cada imagem é uma vida compactada!
E só olho de um sensível observador, poeta de imagens,
pode conceber algo tão sublime.

Não desista do blog!

Beijos,

Hotel Crônica disse...

Seu blog é incrível !!
Tão bonito (ou até mais) que a linda história contada da adorável Maria Cândida !!

Saudações do Blog Hotel Crônica.

Voltarei em busca de novas histórias e fotos de pessoas tão extraordinárias...

Hana disse...

Uauuuu o que é este blog amei, vou vir sempre aqui, com imensa gratidão Hana.
Sinto a luz e vc, é uma pessoa muito especial, de coração é que escrevo.
Hana

poematar disse...

Ainda apor aqui não tinha passado. Belo espaço; dar lugar aos outros. Bravo! Tudo de bom.

continuando assim... disse...

Convite
O livro "Continuando assim..." foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…

Vamos em metade da história, o livro reescrito, não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo ( pois só assim vale a pena).
E já lá vão mais de 200 comentários de pessoas tão diferentes umas das outras…
Um obrigada especial a quem ainda não conhece, e chega de novo

Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

Joop Zand disse...

Great pictures.....all my compliments for you.

Greetings, Joop ( Holland )

http://jfotograaf.blogspot.com

pvfranciscanos disse...

Que fotos mais lindas...
Parabéns de coração.
Deus abençoe seu trabalho!
Paz e Bem!

Laurah disse...

A senhora dos olhos azuís...Como esquecer a vivacidade daquele olhar?!
Em suas palavras palpitantes,o doce coração de mãe que nunca descansa enquanto os filhos povoam este mundo.
Sou mãe...