22 janeiro, 2007

José Albino

Guardador de histórias

Nessa tarde, José Albino, foi semeando algumas das muitas histórias que sabe e guarda como ninguém. O gado teimava em retardar o fim do dia e não queria voltar para casa.
Deliciadamente fizemos-lhe companhia.
E pela vez primeira fui ajudante de pastor.

(Cornalheira - Fontelonga - Mêda) 26Novembro2006